Entendendo Música: 4 Parâmetros sonoros

Inscreva-se para saber dos novos conteúdos, assim que sejam publicados.

Compartilhe este Post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Entender uma disciplina passa por método.  No caso do som, é necessário conhecer quais são os parâmetros para descrevê-lo. Se ouvimos uma nota musical sem qualquer conhecimento teórico, ainda assim podemos apreciá-la, seja pelo sentimento que ela evoca ou pela sua expressividade, ou contexto. Obter conhecimentos considerados “teóricos” não implica em anular a experiência emocional e sensorial da música, mas sim em ampliar sua influência. Entendendo música se é capaz de “dar nome aos bois”. Hoje vou te mostrar quais são o 4 parâmetros com os quais se pode descrever de forma completa um som, ou nota:

Os 4 parâmetros musicais são:

  • Altura
  • Duração
  • Intensidade
  • Timbre

Entendendo a música: Altura!

Começar com a altura é fundamental, pois de todos os parâmetros é o mais confundido por leigos.  Quando se diz “O som está muito alto!” se referindo ao volume do aparelho de som, na verdade o que está em questão é a intensidade do som.

Altura diz respeito a graves e agudos.

O baixo é grave, o alto é agudo. O instrumento Baixo, é o que faz a marcação das notas graves em uma banda de rock ou em uma orquestra. Em grupos de choro quem faz o baixo é o violão de 7 cordas: A corda extra é a mais grave. O movimento feitos nos graves pelo violão de 7 é chamado carinhosamente de baixaria.

As alturas são as diferentes notas: Dó, ré, mi, fá, sol, lá e si. Note nesta partitura que as notas são representadas como uma escada, de baixo pra cima. Qualquer semelhança com a palavra escala, não é mera coincidência!

Duração:

A duração da nota é algo muito simples de entender. Sons curtos ou longos. Na teoria musical entretanto, as durações das notas são bem descritas, e de forma variada.

Vale destacar que a duração de uma nota nunca é absoluta. É muito comum alunos perguntarem: Quanto dura esta nota? Ou ainda: Quantos segundos dura esta nota?

A duração de uma nota na verdade é relativa. Não dizemos quanto tempo dura uma nota. Dizemos sim, qual é a relação entre uma nota e outra.

“Esta nota dura duas vezes aquela outra”.

Ou

“Estas quatro notas equivalem ao mesmo tempo desta outra nota”

E assim por diante.

A notação musical, sem entrar em detalhes, utiliza os seguintes símbolos para representar a duração das notas:

Na imagem acima a primeira figura é a mais longa. Cada figura dura metade da anterior.

Intensidade:

Como já foi dito no início deste texto, a intensidade é o que muitas pessoas confundem com “Altura”. A intensidade diz respeito ao quão forte ou fraco é um som. Na verdade usamos dizer:

Forte e Piano, sendo Piano um som fraco, menos intenso.

Curiosidade:

A palavra piano vem do instrumento Piano. É que quando ele surgiu, sua inovação foi de produzir sons fortes e pianos. O primeiro nome deste instrumento foi Pianoforte, palavra italiana, e ficou o apelido de Piano, que conhecemos hoje.

Timbre

Dos 4 parâmetros do som, o Timbre é o mais obscuro, mas é também muito simples entender o seu significado.

O timbre é o que indica a fonte sonora. Quando reconhecemos a voz de alguém ao telefone, estamos reconhecendo o timbre. Quando reconhecemos que estamos ouvindo um violão e não uma guitarra, estamos reconhecendo o timbre. Quando alguém imita a voz de alguém, muitas vezes modifica sua entonação, pronúncia e timbre também.

Em um mesmo instrumento, é possível emitir diferentes timbres. Até mesmo um tambor oferece diferentes sonoridades, dependendo da forma como é tocado. Instrumentos mais completos possuem variações amplas de timbre, e dominar este recurso expressivo é fundamental para um bom músico.

Conclusão

Se refletirmos bem, estes quatro parâmetros musicais são suficientes para descrever qualquer som.

Mas em que contexto eles são utilizados?

A percepção do mundo depende muitas vezes das palavras que usamos para descrevê-lo. Conhecer estes 4 parâmetros tornam mais concreta a percepção musical. Além disso, a partitura musical nada mais é do que um meio de representar estes parâmetros em papel.

A importância de uma partitura, por esta razão, é grande ainda hoje, com toda a tecnologia que já conquistamos. A precisão na representação dos sons é o que torna possível ouvirmos e tocarmos músicas que foram criadas há mais de 400 anos.

Todo o trabalho que realizamos aqui na Três Amigos é para que você esteja sempre mais próximo do universo musical, sabendo que é possível aprender, não importa qual é o seu histórico de vida ou as oportunidades que já recebeu até hoje.

Veja abaixo o vídeo que fiz sobre este mesmo assunto! E deixe suas dúvidas e comentários.

 

Posts relacionados no Amigo Violão:

Você quer ser o melhor Professor de Violão que pode ser?

Veja nossos cursos:

Fechar Menu